Ferramentas de Coaching

Todas as Ferramentas de Coaching tem um único propósito: – Extrair do Coachee aprendizados! E esses aprendizados veem de várias formas mas principalmente:

  • Realização de Tarefas
  • Estar presente para ações que ele precisa fazer
  • Tomar decisões verdadeiras
  • Agir
  • Sair da Zona de Conforto
  • Desenvolver Atitudes
  • Desenvolver Comportamentos

As Ferramentas de Coaching são baseadas em diversas áreas do conhecimento como Administração, Gestão de Empresas, Empreendedorismo, Psicologia e Neurociência.

É sempre bom deixar claro que o que define qual é a ferramenta ideal para um determinado Coachee é a experiência do Coach naquele Nicho de atuação. Para empresários, as ferramentas de Business Coaching são as mais indicadas, já no Life Coaching, é trabalhado mais Ferramentas de Auto Conhecimento e Planejamento Pessoal.

Mas isso não é regra, pois cada Coachee tem necessidades particulares e pode acontecer de você ter estabelecido uma sequencia de ferramentas para um Processo de Coaching e mudar tudo por perceber que outras ferramentas poderiam ajudar mais.

Exemplos de Ferramentas de Coaching

Roda da Vida: Essa é a ferramenta mais clássica, geralmente aplicada em palestras, onde cada pilar (variando de 8 à 12) recebe uma nota (variando de 0 à 10). Esses pilares abrangem áreas pessoais, carreira, família e podem variar de acordo com o Coach. É possível fazer vários tipos de “Rodas”, focadas em Competências, Atitudes e Comportamentos para áreas bem específicas. Por exemplo: 10 Competências do Empresário, 10 Competências do Concurseiro, 10 Atitudes de Grandes Líderes ou 10 Competências do Coach.

Resultados Esperados: Essa é a sessão inicial de muitos processos, mas que pode receber nomes e critérios diferentes como por exemplo, descrever uma Jornada ou Caminho a ser percorrido. Nessa ferramenta, são anotados todos os detalhes do que o Coachee quer alcançar e o Coach vai avaliar a partir dai, como serão as próximas sessões, ou mesmo, dispensar o Coachee, por entender que ele não está pronto para o processo.

Valores: Os valores governam nossas decisões e é no momento de decisão que o nosso destino é traçado. Essa é uma ferramenta muito importante num processo de autoconhecimento. O Coachee tem uma visão do seu processo decisório e passa a tomar melhores decisões quando conhece os seus Valores.

SWOT: Pode ser Pessoal ou Estratégico. É como numa empresa, onde o Coachee reconhece seus pontos fortes e pontos fracos e estabelece ações para eliminar ou mitigar esses pontos negativos. É uma ferramenta que veio da Administração e que possui conceitos do livro A Arte da Guerra de Sun Tzu.

Mindmap: Ou Mapa Mental, é uma ferramenta ampla que dentro de um processo de Coaching pode ser usada pra estabelecer ideias e pensamentos. O Coach pode estabelecer um esqueleto de opções para que juntamente com o Coachee, seja preenchido os elementos faltantes. Particularmente, eu utilizo para Empresários, onde eu tenho esse esqueleto e mapeio as ideias do Coachee pra que ele tenha uma visão macro no negócio como um todo.

Crenças Limitantes: Durante o processo, o Coach anota as frases mais marcantes e ditas em momentos de forte emoção ou que são repetidas durante o processo. Antes do processo terminar, o Coach faz essa sessão para trazer essas questões para o Coachee. É preciso muita sensibilidade para que o Coach trate dessas crenças que estão limitando ou impedindo que o Coachee avance e alcance o resultado esperado.

SOAR/DISC: São ferramentas de avaliação comportamental ou Assessment que são aplicadas por profissionais que fizeram o curso específico para aplicar essas ferramentas que possui um custo por aplicação. Elas trazem muita informação para o Coach e para o Coachee que podem juntos traçar estratégias para avançar ainda mais no processo.

Existem centenas de Ferramentas de Coaching, se não milhares, além das suas variações. Cabem o Coach aprender e aplicar bastante para adquirir experiência e fazer adaptações para uma necessidade específica, sem perder a essência da ferramenta.

Essas ferramentas pode provocar grandes mudanças, não apenas para melhorar desempenho ou atingimento de metas, mas também promover a auto estima, motivação e crescimento pessoal.

Cabe ao Coach, aplicar não apenas a ferramenta, mas as técnicas de Coaching apropriadas para ajudar a pessoa a alcançar não apenas o seu objetivo, mas também, ter ganhos adicionais com os aprendizados ao longo do processo de Coaching.

About The Author

Coach João Guilherme

Formado em Ciências da Computação com Especialização em Gerenciamento de Projetos.

Formado em Professional Coaching Practitioner pela Academia Brasileira de Coaching, atuando com Inteligência Emocional e Neurociência aplicada ao Coaching.

Co-participação da criação do Livro de Neurociência: Ask Brain do Doutor Marcelo Peruzzo.

Mentor de Coach e Empresários

Mentor Convidado na MT stars (http://www.mtstars.com.br/)

Participou de diversos cursos, treinamentos, workshops, congressos e seminários pra aprender aquilo que pode fazer a diferença na vida dos seus clientes, seguidores e amigos.

Deixe seu comentário